Páginas

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Textos guardados

Veio em minha mente um turbilhão de emoções e vivencias
Eu ali no meio, atordoado sendo jogado ao alto
Até que no fim cai do pico mais alto de onde já fui jogado
Lá fiquei desacordado, ensanguentado
Em fim levantei e olhei meus guardados
Lá havia também tantos textos não publicados
Textos de amor, ódio, alegria, tristeza, te prendendo, te libertando
E com eles estava seu rosto, que eu nunca vi, lá desenhado
Sentei na cama e fiquei olhando a noite
Como é escura e frigida
Como meus dias vem sucessivamente
E te ver assim tão linda em seu retrato
Me faz penar
Me faz escorrer o sangue da alma em gotas transparentes pelos olhos
E eu te digo, o culpado dessa historia sou eu...

Um comentário:

  1. Imagine...
    A casa é sua! *rs
    E obrigada por estar gostando... Beijocas!

    ResponderExcluir