Páginas

sábado, 6 de outubro de 2012

Inferno pessoal

Hoje, no banheiro quando começava a tomar banho
Bateu mais uma vez bem profundo aquele desespero
Na verdade acho que desespero já não é a palavra certa
Mas sim desgosto, desgosto de tudo, pois já estou cansado
Fiquei lá, embaixo do chuveiro
Apoiado com uma das mãos a parede enquanto a outra tampava os olhos
Não conseguia fixar o pensamento em nada
Fiquei ali sem sentir um único motivo para estar vivo
Até que consegui voltar a mim
Terminei de tomar banho
Enfim consegui sair de lá
Do meu inferno pessoal
Mas continuo com medo de mim
De não mais encontrar motivo
Algo que me preencha
Que me de algum sentido
Enquanto não encontro isso
Tento não deixar minha mente sozinha
De deixar ela vagar
Pois ela pode não voltar...

Nenhum comentário:

Postar um comentário