Páginas

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Te esqueci, mas ainda te amo...

Já não sei desenhar seu rosto em perfeito detalhes como desenhava
Não sinto mais o gosto do seu beijo
Não sei mais qual era o assunto de nossas conversas que passávamos horas a fil
Afinal passaram-se mais de cinco anos da ultima vez que te vi
Você não esta mais tão pressente...
Afinal passaram-se mais de cinco...

O problema é quando acordo
Sinto sua falta, não sei bem o porquê, já que não lembro mais como você é
Confundo você com qualquer moça de cabelos compridos, afinal você já teve cabelo de tantas corres... Mais todos eram compridos...
Meu pensamento vaguei pelas madrugadas intermináveis pensando em você
O problema é quando acordo, talvez se não acordasse...

Nenhum comentário:

Postar um comentário