Páginas

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Listas e pedaços

sempre ha uma lista
Alguns lembrados
Outros esquecidos
E sempre tem aqueles que tem mais peso que os outros
Algumas vistas varias vezes
Outras até mesmo uma única vez
E tem as que aquelas que nunca foram vistas

A como faz falta ao peito cada pedaço do coração arrancado
Já não bate como antes batia
Aquele pedaço já não volta
Já não serve a outra
A verdade é que tudo é um jogo
E em um jogo, não é sempre todos ganham

Um comentário: